AÇÃO COMUNICATIVA E O ORÇAMENTO PARTICIPATIVO: a experiência de Vila Velha/ES

Kamille Ramos Torres, Cristiano das Neves Bodart

Resumo


O Orçamento Participativo (OP) é um instrumento de gestão pública que promete ampliar a participação dos cidadãos no direcionamento dos gastos públicos. É sabido que para uma maior participação social é necessário uma comunicação eficiente entre administradores públicos e cidadãos. O objetivo deste artigo é discutir, a partir das colaborações da Teoria do Agir Comunicativo habermasiana (HABERMAS, 1997; 2002), o processo comunicacional na prática do OP, tomando por base a experiência do município de Vila Velha/ES. Trata-se de uma pesquisa exploratória qualitativa, tendo por instrumento de coleta de dados entrevistas semiestruturadas aos líderes comunitários e aos profissionais do setor de comunicação do referido município. Identificamos que o OP de Vila Velha não tem se apresentado como um instrumento eficiente em ampliar como desejado a “esfera pública” e possibilitar a “ação comunicativa”.

Palavras-chave


Gestão Pública; Orçamento Participativo; Ação Comunicativa; Esfera Pública.

Referências


AVRITZER, Leonardo. Teoria Democrática e Deliberação Pública. São Paulo: Lua Nova, 2000. Disponível em: Acesso em: 09 de abril de 2016.

AVRITZER, Leonardo. O Orçamento Participativo e a teoria democrática: um balanço crítico. In AVRITZER, Leonardo; NAVARRO, Zander. (orgs.). A inovação democrática no Brasil: o orçamento participativo. São Paulo: Cortez, 2003.

AVRITZER, Leonardo. Modelos de deliberação democrática: uma analise do orçamento participativo no Brasil. Disponível em: Acesso em: 09 de abril de 2016.

BODART, Cristiano das Neves. A atuação dos movimentos sociais em espaços institucionalizados de participação social na gestão pública local. In XXIX Congresso Latino-americano de Sociologia, Chile: ALAS, 2013. Disponível em: Acesso em: 16 de novembro de 2015.

BODART, Cristiano das Neves. Orçamento Participativo: limites, riscos e potencialidades. Salvador: Prelúdios, 2014.

Disponível em: Acesso em: 17 de novembro de 2015.

BODART, Cristiano das Neves; OLIVEIRA, Elisangela Lemos de. A atuação do líder comunitário e do delegado no orçamento participativo: a experiência de Vila Velha/ES. São Paulo: Alabastro – Revista eletrônica dos alunos da Escola de Sociologia e Política de São Paulo, 2015. Disponível em: Acesso em: 09 de abril de 2016.

BRASIL. Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado. Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado. Brasília: Imprensa Nacional, 1995.

BRASIL. Lei Complementar nº 101, de 04 de Maio de 2000. Lei da Responsabilidade Fiscal.

CUNHA, Eleonora Schettini Martins. O potencial de conselhos de políticas e Orçamentos Participativos para o aprofundamento democrático. In DAGNINO, Evelina; TATAGIBA, Luciana. (Orgs.). Democracia, Sociedade Civil e Participação. Chapecó: Argos, 2007.

FEDOZZI, Luciano. Orçamento Participativo e esfera pública: elementos para um debate conceitual.In Fischer, N e Moll J. (orgs.). Por uma nova esfera pública. Petrópolis, Vozes, 2000.

FIORANI, Christopher Pinheiro de; BIGOSSI, Thiago Pizelli Alves; AFONSO, Vladmir Agostinho; BODART, Cristiano das Neves. Dificuldades na gestão do orçamento participativo: a experiência de Vila Velha/ES. In BODART, Cristiano das Neves. (org.). Gestão Pública: transparência, controle e participação social. Vila Velha: Faculdade Novo Milênio, 2015.

GONÇALVES, Maria Augusta Salin. Teoria da Ação Comunicativa de Habermas: possibilidades de uma ação educativa de cunho interdisciplinar na escola. Campinas: Estudo & Sociedade, vol. 20, n. 66, Abril 1999. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73301999000100007> Acesso em: 24 de outubro de 2015.

HABERMAS, Jürgen. Direito e Democracia: entre facticidade e validade. Volume II. Tradução: Flávio Beno Siebeneichler. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997.

HABERMAS, Jürgen. Racionalidade e Comunicação. Tradução: Paulo Rodrigues. Lisboa: Edições 70, 2002.

IBGE. Cidades. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2014. Disponível em: . Acesso em: 11 de setembro de 2015.

JUNIOR, Edson Gil Santos. A importância da comunicação na Gestão Pública e sua influência com os interesses públicos, políticos e transparência governamental: o caso da prefeitura de Castro – Paraná. Ponta Grossa/PR: Publicatio UEPG Ciências Sociais Aplicadas, 2012. Disponível em: Acesso em: 01 de maio de 2016.

KROHLING, Aloísio; KROHLING, Beatriz Stella Martins. Experiência de participação popular no Orçamento Municipal de Vila Velha na década de 80: democracia participativa e cooptação política. Anais do Congresso Brasileiro de Sociologia, 2011. Disponível em: < http://www.sbsociologia.com.br/portal/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=2346&Itemid=171> Acesso em: 23 de maio de 2016.

LORD, Lúcio. Distinções entre esfera pública habermasiana e os espaços públicos brasileiros. In DAGNINO, Evelina; TATAGIBA, Luciana. (Orgs.). Democracia, Sociedade Civil e Participação. Chapecó: Argos, 2007.

LUBENOW, Jorge Adriano. A categoria de esfera pública em Jürgen Habermas: para uma reconstrução da autocrítica. Cadernos e Ética e Filosofia Política, 2007. Disponível em: < http://filosofianreloanda.pbworks.com/f/A%20categoria%20da%20Esfera%20P%C3%BAblica%20em%20Jurgen%20Habermas.pdf > Acesso em: 17 de outubro de 2015.

MARQUETTI, Adamir. Experiências de Orçamento Participativo no Brasil: uma proposta de classificação. In DAGNINO, Evelina; TATAGIBA, Luciana (Orgs.). Democracia, Sociedade Civil e Participação. Chapecó: Argos, 2007.

MIDÕES, Miguel. Novos e velhos meios de comunicação na esfera pública de Habermas. Biblioteca on-line de Ciências da Comunicação, 2008. Disponível em: < http://www.bocc.ubi.pt/pag/midoes-miguel-novos-e-velhos-meios-na-esfera-publica.pdf > Acesso em: 15 de novembro de 2015.

OLIVEIRA, Elisangela Lemos de; BODART, Cristiano das Neves. Accountability na Gestão Pública de Vila Velha: uma análise em torno do Orçamento Participativo. In BODART, Cristiano das Neves. (org.). Gestão Pública: transparência, controle e participação social. Vila Velha: Faculdade Novo Milênio, 2015.

OLIVEIRA, Gustavo Justino de. Modelos teóricos de Administração Pública. IESDE Brasil S.A. Disponível em Acesso em: 08 de abril de 2016.

PALERMO, Luis Claudio. A importância da teoria do agir comunicativo na atualidade: racionalidade, mundo da vida e democracia deliberativa. Macapá: PRACS - Revista Eletrônica de Humanidades do Curso de Ciências Sociais da UNIFAP, 2013. Disponível em: < http://periodicos.unifap.br/index.php/pracs/article/view/806/n6Palermo.pdf >. Acesso em: 11 de Outubro de 2015.

PIRES, Valdemir. Transparência, Participação e Orçamento Participativo: reflexões a partir do caso brasileiro. Araraguara: Temas de Administração Pública, v. 4, n. 5, 2010. Disponível em: < http://master.fclar.unesp.br/Home/Departamentos/AdministracaoPublica/RevistaTemasdeAdministracaoPublica/pires5.pdf > Acesso em: 30 de outubro de 2015.

SCOTT, J. (Org.). Sociologia: conceitos -chave. Tradução: Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

SILVA, Marta Zorzal e; BRITO JUNIOR, Bajonas Teixeira. Os Conselhos Gestores na cena política brasileira. In SILVA, Marta Zorzal e; BRITO JUNIOR, Bajonas Teixeira. (Orgs.). Participação Social na Gestão Pública: olhares sobre as experiências de Vitória-ES. São Paulo: Annablume, 2009.

VILA VELHA. Lei nº 2247, de 27 de Dezembro de 1985. Cria Assembleia Municipal do Orçamento. Disponível em: < http://www.vilavelha.es.gov.br/legislacao/Arquivo/Documents/legislacao/html/L22471985.html > Acesso em: 24 de maio de 2016.

VILA VELHA. Lei nº 4707, de 10 de Setembro de 2008. Dispõe sobre a institucionalização dos bairros nas Regiões Administrativas, os limites e a denominação dos mesmos e os critérios para organização e criação de bairros, no perímetro urbano do Município. Disponível em: < http://www.legislacaoonline.com.br/vilavelha/images/leis/html/L47072008.html > Acesso em: 31 de maio de 2016.

VILA VELHA. Orçamento Participativo de Vila Velha 2013. PMVV, 2014. Disponível em: < http://www.vilavelha.es.gov.br/midia/paginas/Or%C3%A7amento%20Participativo%202014.pdf> Acesso em: 24 de maio de 2016.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

____________________________________________

A Revista Alabastro agora está indexada no portal e-Revistas, uma "Plataforma Open Access de Revistas Científicas Electrónicas Españolas y Latinoamericanas, un proyecto impulsado por el Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), del Ministerio de Economia Y Competitividad, del Gobierno del España, con el fin de contribuir a la difusión y visibilidad de las revistas científicas publicadas en América Latina, Caribe, España y Portugal".

Confira em: http://www.erevistas.csic.es/ficha_revista.php?oai_iden=oai_revista1251

____________________________________________

FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO

Rua General Jardim, 522 - Vila Buarque
São Paulo-SP - CEP: 01223-010
Próximo ao metrô República ou Santa Cecília

Fone: (11) 3123-7800